sexta-feira, 23 de novembro de 2012

terça-feira, 13 de novembro de 2012

**Pensando**


Em momentos de raiva ou tristeza sempre nos perguntamos o “porque” disso tudo?
E quando estamos explodindo de felicidade? Acreditamos que somos merecedores dessa felicidade.  E as tristezas? E o sofrimento? Não somos merecedores? Não procuramos por esse estado de espírito?  Não fazemos escolhas erradas?  Somos o que somos pelas experiências vividas.  Ser otimista é sempre bom, realista melhor ainda, pq isso sim, não te faz sofrer tanto. Sonhar faz parte, e fazer o sonho realidade é melhor ainda. O passado nos ensina a viver o futuro. Nessa vida nada é pra sempre, nem o amor, nem a dor, nem a tristeza e nem a alegria. Será que você realmente entende a frase “viva o hoje como se não houvesse amanhã”, “mude por você e não pelos outros”, “seja a transformação que quer ver” e bla bla bla? Como a vida de hoje é feita de frases feitas. Eu sou assim, você é assim, ela, ele, nós, todo mundo.  
E como mudar? vai saber.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

segunda-feira, 9 de julho de 2012

**No meu Mundo**

No meu Mundo o SOL sempre brilha,
e a chuva só aparece quando necessário.

Só se tem sorrisos,
e as lagrimas quando necessárias.

Só se tem amor,
e os outros pecados quando necessários.

Aqui tem tudo que se pode ter,
é voce quem escolhe: ganhar ou perder?



B.N

quarta-feira, 20 de junho de 2012

**Vai encarar?**

To carente
To ausente
To puta com muita gente.
To com raiva
To com ódio
Com vontade de mata sem nenhum remorso.
To casqueira e barraqueira
To irritada e acida
Hoje se encostar em mim a batata assa.
To doida por uma treta e
Sem tempo pra baboseiras
Na mais fina grosseria e gentileza.

E ai, vai encarar?


B.N

quinta-feira, 8 de março de 2012

**Dia Internacional da Mulher**

"Ser mulher não 'e fácil" - essa 'e a frase que mais ouvimos nesse dia.
Mais eu acredito que ser homem também não seja fácil, porem 'e mais sucinto, um pouco mais simples.

Ser mulher 'e um máximo, 'e sempre SER E ESTAR diferente.
Deixando de ser aquele pessoa mandada, para mandar.
'E ser bela por dentro e por fora, saber usar isso, saber usar a beleza de cada idade. Saber ser criança, adolescente, mulher, dona do nariz.
Sair, trabalhar, ganhar dinheiro, cuidar da casa, do homem, dos filhos.
Nunca deixamos de ser DONAS DE CASA OU DA CASA, somente agregamos mais funcoes, ganhando e conquistando respeito, sendo sutis ou mais arredias, sendo doce e amargas, sendo complexas e nem sempre óbvias, somos elegantes e barragueiras, educadas e sem educao, adoramos beber, as vezes fumar, e também transamos e/ou fazemos amor, mas na realidade queremos amor, ser amadas, muitas vezes domadas, mais no lugar certo para isso. Rs.
Queremos Sexo por cima, mais também adoramos ficar por baixo....Rs.
Temos amores, temos raivas e tristezas, choros e velas, mais também temos maquiagens, roupas e sapatos, temos grifes, mas também temos a DASPU, temos alguns mimos e coragem, mais também somos frágeis.
Ah mulheres! Como vc 'e estranha, 'e adorável, 'e terrível, mas encanta, embeleza.


Parabéns as mulheres!

B.N

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

** Como Faz? **


Dá pra fz a cabeça parar d pensar e o coração parar d doer?

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

**Alguns Questionamentos**







Quando parar e quando continuar?
Quando ser corajosa, ou quando se amedrontar?
O quanto da razão e o quanto do coração?

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

**Saudade**

"Saudade 'e uma dor que fere nos dois mundos..." (Chico Xavier).

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

**Aonde Quer Que Eu Vá - Paralamas do Sucesso**


Olhos fechados
Pra te encontrar
Não estou ao seu lado
Mas posso sonhar

Aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá

Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição

Aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá

Longe daqui
Longe de tudo
Meus sonhos vão te buscar
Volta pra mim
Vem pro meu mundo
Eu sempre vou te esperar

Não sei bem certo
Se é só ilusão
Se é você já perto
Se é intuição

Aonde quer que eu vá
Levo você no olhar
Aonde quer que eu vá
Aonde quer que eu vá

Longe daqui
Longe de tudo
Meus sonhos vão te buscar
Volta pra mim
Vem pro meu mundo
Eu sempre vou te esperar...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

**Elevador - Ana Carolina**


Pra que,
Te espero de braços abertos
Se você caminha pra nunca chegar
Então vou no fundo
Ameaço ir embora
Você diz que prefere quem sabe ficar
Eu queria tanto
Mudar sua vida
Mas você não sabe se vai ou se fica
Eu tenho coragem
Já estou de saída
Você diz que é pouc
o
E pouco pra mim não é bobagem

E eu subo bem alto
Pra gritar que é amor
Eu vou de escada
Pra elevar a dor

Então me lanço,
Me atiro em frente ao seu carro
E ai você decide se é guerra ou perdão
Se na vida eu apanho
Outras vezes eu bato
Mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão

E eu subo bem alto

Pra gritar que é amor
Eu vou de escada
Pra elevar a dor

O tempo do passado tá em outro tempo
Lembrando de nós dois em um instante que não para
Viver é um livro de esquecimento
Eu só quero lembrar de você até perder a memória

E eu subo bem alto
Pra gritar que é amor
Eu vou de escada
Pra elevar a dor

domingo, 29 de janeiro de 2012

** Tudo **

Tudo Doí, desde o corpo até a alma....

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

**Arnaldo Jabor - Crônica do Amor**

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama
este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

** Marca Evidente **



Ficou marca evidente
Que vive presente no meu coração

Por caminho diferente
O amor entre a gente
Não teve razão...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

**Algumas coisas...**


O que me falta? O que me resta?
O que me pertence e o que pertenceu?
O que se foi e o que voltou?
O que 'e alegria? E o que se pode dizer da tristeza?
O que se aprende vivendo e o que se aprende da vida?
O que 'e amor ser dor? Existe dor sem amor?


B.N

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

**Vestido Estampado - Ana Carolina**


Acabou
Agora ta tudo acabado
Seu vestido estampado
Dei a quem pudesse servir
Agora que eu não posso mais caber em ti
Não quero te ver, dizem que você não quer mais me olhar
Como velhos desconhecidos se você não me escuta eu não vou te chamar
O amor que eu dei não foi o mesmo que eu vi acabar
O amor só mudou de cor, agora já ta desbotado
Corra lá vem à tristeza atirando pra todos os lados
Pegue o vestido estampado, guarde pro carnaval

Guarde que eu nunca te quis mal
Até o feriado quarta feira de cinzas e ta tudo acabado

Agora ta tudo acabado

Seu vestido estampado
Dei a quem pudesse servir
Agora que eu não posso mais caber em ti
Não quero te ver, dizem que você não quer mais me olhar
Como velhos desconhecidos se você não me escuta eu não vou te chamar
O amor que eu dei não foi o mesmo que eu vi acabar
O amor só mudou de cor, agora já ta desbotado
Corra lá vem à tristeza atirando pra todos os lados
Pegue o vestido estampado, guarde pro carnaval
Guarde que eu nunca te quis mal

Até o feriado quarta feira de cinzas e ta tudo acabado

terça-feira, 3 de janeiro de 2012